quarta-feira, 3 de julho de 2024

Tragédia em Lagoa dos Gatos: Bebedeira termina com duas mortes e uma pessoa ferida



Renata Maria e José Rorenilson

Na noite desta segunda-feira (1º), um encontro em uma chácara no Sítio Brejinho dos Pintos, zona rural de Lagoa dos Gatos, terminou em tragédia, com duas pessoas mortas e uma gravemente ferida. Segundo informações da polícia, a bebedeira envolvia dois homens e duas mulheres quando uma discussão, possivelmente motivada por ciúmes, desencadeou a violência.

Aluízio Lopes

O suspeito, Aluízio Lopes de Barros Junior, filho do dono da propriedade, atirou em Maria José Maciel da Silva. Ao ver a amiga baleada, Renata Maria da Silva, de 18 anos, conseguiu ligar para familiares para informar sobre a situação. No entanto, Aluízio efetuou outros disparos, resultando na morte de Renata e do homem José Rorenilson de Oliveira no local.

A motivação do crime teria sido ciúmes de Aluízio, que já tinha um relacionamento com Renata e não gostou de vê-la com José Rorenilson. Maria José, que tentou ajudar a amiga, foi gravemente ferida e está internada em estado grave no Hospital da Restauração, no Recife.

Maria José

A Polícia Civil está em busca do suspeito, que está foragido, e da arma do crime. Apesar do crime ter ocorrido durante a noite, a Polícia Militar só foi acionada de madrugada. O proprietário da chácara tentou adulterar a cena do crime e impediu que os familiares de Renata entrassem na propriedade.

Durante as investigações, a mãe do assassino inicialmente negou qualquer problema ao ser abordada pelos policiais, afirmando que o Sítio Brejinho dos Pintos era tranquilo. Mais tarde, ela confessou que seu filho tinha se envolvido em uma confusão.

Os corpos de Renata e José Rorenilson foram encaminhados para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru. A polícia continua trabalhando para localizar Aluízio Lopes de Barros Junior e garantir que ele responda pelos crimes cometidos.

Fonte: Adielson Galvão