segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Câmara vota contra relatório da CPI que poderia afastar prefeito por irregularidades

Cópia do documento arquivado pela Câmara será encaminhado para o MPPE e TCE, que irão investigar as denúncias apresentadas

A Câmara de Vereadores de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, rejeitou por oito votos a quatro o relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que pedia o afastamento do prefeito Hélio dos Terrenos (PTB) por supostas irregularidades administrativas, a exemplo de desvio de finalidade financeira, tráfico de influência, contratação de funcionários fantasmas em troca de apoio político, nepotismo, entre outras.

Atendendo a orientação do líder do governo na casa, Euno Andrade Filho (PSDB), os vereadores Zé Gury (MDB), Evandro Macarrão (DEM), Dapaz Bezerra (PSB), Zé Pereira (PSB), Claudemir Paulino (PSB) e Tenente (PTB) votaram contrários ao documento, que segue agora para arquivamento. Marcelino Monteiro (MDB), Bruno Galvão (PT), Nilton Senhorinho (PSB) e Pitomba da Lotação (DEM), votaram favoravelmente.

A partir de agora as investigações sobre as supostas irregularidades apresentadas no relatório serão de responsabilidade do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Tribunal de Contas do Estados de Pernambuco (TCE-PE), e os demais órgãos que receberam uma cópia do documento contendo todas as informações, gravações e áudios das irregularidades apuradas pela CPI.

Do Estação Notícias / BJ1

Nenhum comentário:

Postar um comentário