segunda-feira, 18 de junho de 2018

ENTRE AS SERRAS: Conheça a história da Rua de São José

O início da Rua São José
Por Ila Cabral

Como se pode falar do Brejo da Madre de Deus e não destacar a Rua São José? Onde está localizada a Igreja São José e o Museu Histórico Dulce Pinto. A Igreja foi erguida no século XVIII e o Museu no Século IXX. A rua recebeu o nome de São José devido à capela que teve a origem católica como a fundação da cidade.


Conta à lenda que por volta de 1752, um ano após a fundação da cidade, um trabalhador rural ao chegar ao seu roçado para trabalhar, encontrou uma imagem de São José sobre um toco em uma árvore queimada. O católico praticante espalhou a notícia “do milagre” por toda a redondeza, inclusive ao Padre. O Missionário resolveu pedir permissão eclesiástica para construir uma capela com a invocação a São José e no local do tronco erguer o altar-mor.

Em 1758 os padres fizeram uma reforma na capela que hoje é a Igreja Matriz de São José, padroeiro da cidade do Brejo da Madre de Deus. A partir da construção da capela foi construído um cemitério ao lado e casas em direção à parte baixa onde hoje é o centro histórico da cidade.

A partir do Século IXX começou as construções das casas coloniais cobertas por azulejos portugueses, onde se destaca o Sobrado construído em 1854, pelo Engenheiro José Rego Couto Maciel que funcionou como Residência dos Padres, escola, clube, cartório, câmara e hoje museu, tendo como primeiro dono Sr. Gemiliano Maciel.

O Museu Histórico Dulce Pinto é um patrimônio não só da cidade, mas também de todos os pernambucanos. Em 30 de março de 2010 a prefeitura declarou que o prédio era de utilidade pública para fins de desapropriação e atualmente é a responsável pela manutenção do espaço.


Do Estação Notícias / Colaboração: Júnior de Miguelão

Nenhum comentário:

Postar um comentário