quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Criança raptada em Panelas foi encontrada em Catende. Laudo médico diz que ela foi abusada sexualmente

Graças a todo o empenho da Policia Civil, da Guarda Municipal de Panelas e principalmente da equipe do NIA do 4º BPM de Caruaru e da equipe de inteligência da SERES (Secretaria Executiva de Ressocialização), na noite dessa quarta-feira (27/12), a criança de 3 anos que tinha sido sequestrada na zona rural de Panelas foi encontrada por um popular, identificado como José Alison da Silva, professor, 24 anos, residente na rua Monsenhor Abílio Galvão, bairro Jardim Diamante no município de Catende, Mata Sul de Pernambuco.
De acordo com uma testemunha, a menina havia sido deixada por duas mulheres desconhecidas. José Alison ainda contou que a menina estava bastante assustada. “Ela estava alterada. Quando a gente trouxe ela pra delegacia, ela começou a chorar” disse o professor.

De acordo com informações do Dr. Flávio Augusto Andrade, que realizou a avaliação médica da vítima na Policlínica de Catende, os exames constataram que o hímen da garotinha havia sido rompido, mas que não sabia a data exata do estupro.
O Capitão Pedro Morais, da equipe do BEPI, contou que o responsável pelo sequestro havia sido um homem que se diz ser o pai biológico da menor. “Ele disse que realmente tinha mandado duas pessoas para raptar a criança, mas que não sabia que ia dar tanta repercussão, pois ele acha que é pai”, disse o capitão. De acordo com o Pedro Morais, o suposto pai teria cometido o crime para criar a menina, pois a mãe não tem boas condições para fornecer a criança.
A família da criança já foi informada sobre sua localização. A vítima, já alimentada e bem vestida, foi levada à delegacia de Catende, e em seguida, encaminhada à delegacia de plantão de Palmares, Mata Sul do estado, onde acompanhada de policiais e do Conselheiro Tutelar aguardou a chegada de seus parentes. Ela foi trazida para Caruaru, onde finalmente foi entregue aos pais.

Do Estação Notícias / Adielson Galvão

Nenhum comentário:

Postar um comentário