quarta-feira, 15 de novembro de 2017

AMUPE estima demissões em 50 prefeituras por causa de crise

A Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) estima que, ao menos, 50 cidades de Pernambuco precisarão demitir funcionários, no fim deste ano, por causa da crise financeira que afeta os municípios.

O presidente da entidade, José Patriota, afirmou nessa terça-feira (14) ao ‘Bom dia Pernambuco’ que os cortes, que já começaram a ser feitos, atingem cargos comissionados e funcionários contratados e temporários de diversas áreas.

“É a última medida a ser tomada para a busca do equilíbrio fiscal das contas do município. É fundamental que a empregabilidade permaneça, entretanto, chegamos ao limite. As contas não fecham da forma que estão”, disse Patriota.

Prefeitos de todo o estado estiveram reunidos na sede do órgão, no Recife, nessa terça-feira, para falar sobre a crise financeira e as medidas drásticas que serão tomadas pelos gestores.
Entre os prefeitos presentes estiveram, Joãozinho Tenório (São Joaquim do Monte), Hilário Paulo (Brejo da Madre de Deus), Romero Leal (Vertentes), Edilson tavares (Toritama) e Edson Vieira (Santa Cruz do Capibaribe).

Do Estação Noticias / Ney Lima 

Nenhum comentário:

Postar um comentário