quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Audiência no Ministério Público discutiu soluções para combater a criminalidade em Brejo

Na sede do Ministério Público do Brejo da Madre de Deus o Promotor de Justiça Dr. Antônio Rolemberg recebeu na tarde da terça-feira (26), Políticos, Policiais Militares, representante da Guarda Civil Municipal, Associações, representante dos Escoteiros Tradicionais, Conselho Municipal de Segurança e Imprensa falada e escrita para debater a situação de calamidade na segurança pública em Brejo da Madre de Deus, cidade do Agreste pernambucano que vem colecionando terríveis ações da bandidagem, que promoveram vários arrastões.

A deficiência no combate ao crime foi bastante debatida, principalmente a ausência do Estado que disponibiliza para o Brejo da Madre de Deus o efetivo com apenas 2 Policiais Militares e uma Delegacia de Polícia Civil que fecha nos finais de semana.
O jornalista Atahanderson Mesquita destacou que no último arrastão realizado na quarta-feira (20), uma mulher que teve a sua residência invadida pelos assaltantes o procurou para relatar as dificuldades encontradas para registrar um boletim de ocorrência, devido a delegacia está fechada na noite dos assaltos e no momento em que tentou fazer o Boletim de Ocorrência na manhã do dia seguinte.

Atahanderson também lembrou outro ponto importante que pode ter contribuído para o aumento da criminalidade na cidade, que foi a retirada da Guarda Civil Municipal da Sede do Município para o distrito São Domingos, deixando descoberta a sede e os outros distritos.

O prefeito Hilário Paulo afirmou que a GCM voltou a atuar na cidade deste o último domingo (24), e que agora o efetivo ficará dividido entre Brejo Sede e São Domingos.
A audiência terminou com várias sugestões que devem ser colocadas em prática, como: a instalação da Sede da Guarda Municipal em Brejo no prazo de 60 dias, com a disponibilização de computadores para o registro de ocorrências policiais na internet, a ampla divulgação dos números da PM para a população, o presidente da câmara de vereadores deverá ceder no prazo de 30 dias o veículo da câmara para servir a GCM  e também a oficialização por parte do MP ao comandante da PMPE/PCPE para informar quantos novos policiais serão liberados para o 24º BPM e para a DEPOL do Brejo.

Clique nas imagens e confira a ATA da audiência.

Do Estação Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário