segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Mais um protesto fecha a PE-145 na “Curva do S” em Brejo da Madre de Deus

Na manhã desta segunda-feira (28), alguns populares fecharam a rodovia PE-145 nas proximidades do sítio Jaracatiá, em Brejo da Madre de Deus, Agreste de Pernambuco. O protesto acontece após a “Curva do S”. O motivo dos manifestantes terem ateado fogo em pneus e paus, interditando a pista nos dois sentidos, é a reivindicação de melhorias da rodovia, que foi promessa de campanha do governador do estado, Paulo Câmara, e que até agora não foi cumprida. Como também outras obras que precisam dar continuidade em Brejo, mas estão paradas, mesmo após a assinatura da ordem de serviço.

Os manifestantes aguardam achegada de alguma autoridade para tratar o assunto, mas até agora ninguém compareceu.
Devido ao protesto, uma enorme fileira de veículos parados causou transtornos, até para quem estava com urgência, como foi o caso do carro da funerária que estava levando um corpo de um cidadão, que faleceu na cidade vizinha Jataúba, para o IML em Caruaru, mas como não conseguiu passar pelo bloqueio do protesto, teve que voltar e arrodear por Santa Cruz do Capiberibe.
Nas redes sociais o protesto divide opiniões, algumas pessoas são contra, e outras a favor. Como mostra os comentários de uma postagem das fotos do protesto.

Veja algumas:

“Isso não serve de nada, só atrapalha quem precisa trabalhar. O povo quis assim, elegendo esse governo. Isso ai não vai dar em nada. Quantas estradas já foram bloqueadas aqui no estado e nada foi feito”.

“Deveria ir queimar na frente da casa do Governador... ou do Palácio. Aqui só serve de mangação pra ele. Infelizmente”.
.
"Tem que protestar mesmo!"

"Lamentável, os trabalhadores é quem paga por este políticos corruptos"
Fim do protesto

Durante o protesto nenhuma autoridade compareceu ao local para tratar o assunto. A manifestação chegou ao fim por volta das 10:30, após a promessa de ser formada uma comissão para ir ao Recife participar de uma reunião com representantes do Governo do Estado.

Do Estação Notícias 

Nenhum comentário:

Postar um comentário