terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Eleitos de Brejo da Madre de Deus são empossados

Diante de um público que lotou a quadra poliesportiva da Escola Maria da Glória em Brejo da Madre de Deus, os políticos eleitos na eleição de outubro passado foram empossados em uma cerimônia que entrou para a história do município.

Além do prefeito Hilário Paulo (PSD) e do vice-prefeito Josevaldo Lopes (PRB) também foram empossados os 13 vereadores que integraram a Casa de Leis José Cupertino no próximo quadriênio (2017/2020):

Bancada governista - Silvano Pereira (PSD), Laelson do Sindicato (PT), Flávio Diniz (PCdoB), Maria José do Tambor (PP), Manuel Bento (PCdoB), Wagner Assunção (PP), Damião Aguiar (PTB) e Júnior de Miguelão (PCdoB).

Bancada de oposição – Avecino Lima (PR), Jobson Barros (PTC), Professor Marcone (PTC) e Val Lima (PTC). O vereador Robertinho Asfora (PSB) que também fará parte da oposição não compareceu ao evento.

Cada vereador eleito teve cinco minutos para assinar o termo de posse e fazer uso da tribuna. Todos os parlamentares desejaram sorte ao novo gestor (Hilário) com destaque para a fala do professor Marcone, que fez questão de pedir que o prefeito empossado tivesse um olhar especial para o Distrito São Domingos, já que na ótica dele, todos os prefeitos que já comandaram o município deixaram a desejar, incluindo o ex-prefeito Roberto Asfora (PSDB), líder do grupo denominado ‘Jacaré’.

As palavras do vereador não agradou muito o ex-prefeito Dr. Edson de Sousa (PTB) – nomeado secretário de Saúde – que retrucou as palavras do parlamentar citando algumas obras e ações que fez durante seu governo na comunidade de São Domingos.
Logo após foi a vez o vice-prefeito Josevaldo assinar o termo de posse e também fazer uso da palavra. Como em todos os outros pronunciamentos desde a eleição, o Republicano Brasileiro afirmou que será um vice-prefeito atuante e que pretende ajudar o prefeito Hilário a transformar a vida dos munícipes.

Ao assinar o termo de posse e fazer o juramento, Hilário fez um discurso emocionante falando de sua história e o quanto foi hostilizado durante a campanha.

“Me chamavam de ‘Pokémon’, me desrespeitavam, mas eu mostrei que um agricultor que é meu pai e uma professora que é minha mãe, me deram educação e me ensinaram a respeitar as pessoas independente de sua opção partidária. Mas quero dizer a eles, que o ‘Pokémon’ como eles me classificavam, hoje é o prefeito de uma das cidades mais importantes de Pernambuco”, desabafou.

Outro ponto que chamou a atenção durante o discurso de Hilário foi quando ele pediu que o público, que na grande maioria era formado por seus eleitores e correligionários, respeitassem os vereadores de oposição ao sair do evento.

“Essa política de apartai, onde irmão é intrigado de irmão, pai e mãe são intrigados dos filhos por causa de política, terá que acabar nós queremos unir as famílias de Brejo da Madre de Deus, peço a vocês que quando os vereadores de oposição saírem daqui, os respeitem, não vão vaiar, não insultem ou agridam eles, pois é com respeito que iremos tratar todos os brejenses”, enfatizou.

No final de seu discurso, o prefeito Hilário anunciou parte do secretariado de seu governo e depois seguiu para a Prefeitura Municipal aonde inaugurou o prédio que passou a ser chamado Palácio Pedro Aleixo de Sousa em homenagem ao pai do ex-prefeito Dr. Edson.
Do Estação Notícias Fonte: Agreste Notícias Fotos 1,2 Estação Notícias Fotos 3,4 Balbino

Nenhum comentário:

Postar um comentário