quinta-feira, 14 de abril de 2016

Veja o vídeo do manifesto dos professores em Brejo da Madre de Deus

O Blog Estação Notícias registrou em vídeo a manifestação dos professores da rede municipal de ensino do Brejo da Madre de Deus, realizada na manhã desta quinta-feira (14) na sede do município.

Veja o vídeo:
Do Estação Notícias

Primeiro dia da "Paralisação de Advertência" tem manifestação dos professores

Ato reuniu aproximadamente 200 professores

Os professores da rede municipal de ensino do Brejo da Madre de Deus aproveitaram o primeiro dia da paralisação de advertência, que acontece nesta quinta (14) e também na sexta (15) de abril, para realizarem um protesto pedindo que o prefeito Dr. Edson atenda as reivindicações da categoria que luta por valorização do piso salarial e melhorias nas condições de trabalho, entre outras reivindicações.

A concentração do movimento aconteceu na Rua José Bonifácio em frente ao SINDIBREJO. Professores do Brejo Sede, Fazenda Nova, São Domingos e outras localidades marcaram presença e saíram pelas principais ruas da cidade alertando a população sobre os motivos da paralisação.

Vestidos com camisetas pretas com uma frase de duplo sentido: “Sou professor! LUTO por Valorização e Respeito” e também uma camiseta branca com a frase: Reajuste é lei. Faça valer o meu direito, eles foram até a prefeitura tentar mais uma vez falar com o prefeito.

Mais uma vez ninguém atendeu os professores, que montaram imediatamente uma comissão e foram até o gabinete tentar falar com o gestor, mas foram informados que o mesmo estava no distrito São Domingos.

Os organizadores da mobilização ficaram indignados com as respostas da prefeitura apenas através de ofícios, e não querer sentar-se à mesa para debater os pontos abordados e chegar a uma conclusão favorável para ambos os lados.

Para o segundo dia da “Parada de Advertência” os professor prometem fazer um manifesto no distrito São Domingos.

Até o fechamento da matéria a prefeitura não enviou nota a imprensa dando explicações ou justificativa. O Blog Estação Notícias deixa claro que o espaço está aberto para o prefeito ou algum representante do poder executivo se manifestar sobre o assunto.

Veja mais fotos da manifestação desta quinta-feira em Brejo:
Ônibus trazendo professores do distrito São Domingos
Professores reunidos em frente ao SINDIBREJO

Jucí do Sindicato morre vítima de infarto

Foto registrada na vigília dos homens da Igreja do Evangelho Quadrangular. Jucí de camisa verde listrada

Na manhã desta quinta-feira (14) os brejenses foram surpreendidos com a triste notícia da repentina partida do senhor Jucí Antônio da Silva, 53 anos, popularmente conhecido por Jucí do Sindicato.

Familiares informaram ao blog Estação Notícias que Jucí se levantou cedo para viajar até Caruaru junto com a esposa, mas estava se queixando de fortes dores no braço e foi levado para a UPA local, onde faleceu vítima de infarto.

Jucí era agricultor e desde 1994 se dedicou ao trabalho no Sindicato dos Trabalhadores Rurais do Brejo da Madre de Deus. Ele chegou a concorrer à presidência na ultima eleição sindical ocorrida em janeiro de 2015. Jucí foi um dos sócios fundadores da Cooperativa Agrícola São Vicente, e atualmente era presidente da cooperativa.

O corpo de Jucí foi levado para o IML em Caruaru.

O velório acontecerá em sua residência no Bairro Mãe Rainha no centro da cidade. O sepultamento acontecerá às 10h da manhã desta sexta-feira (15) no cemitério local
Jucivan louvando a Deus e seu pai Jucí meditando na canção

Do Estação Notícias

Professor Ronaldo Dias faz desabafo

Hoje 14/04/2016 os professores do município de Brejo da Madre de Deus cruzaram os braços e irão as ruas em forma de protesto para ter seus direitos respeitados.

Em meio a tantas informações nos tempos atuais fiquei me perguntando ao ver um anúncio na TV ASA BRANCA de Brejo da Madre de Deus, anunciando que a prefeitura municipal da referida cidade paga legalmente o PISO SALARIAL do Magistério (LEI Nº 11.738, DE 16 DE JULHO DE 2008.), poxa minha cidade está famosa, mas porque não há divulgação do Brejo mostrando seu potencial turístico? Porque o PREFEITO não comunica-nos mais vários sistemas de comunicação que no ano de 2015 a prefeitura recebeu aproximadamente R$ 21.000.000,00 (vinte e um milhões) de recursos do período 2000-2006 em ação impetrada na justiça pelo prefeito desse período, dos quais 60% desse valor devem ser repassado aos professores da época como aconteceu na cidade de CACHOEIRINHA, por exemplo?

O então GESTOR TRANSPARENTE que paga o nosso salário não presta contas à população dos quase R$ 30.000.000,00 (trinta milhões) que o GOVERNO FEDERAL repassou só em 2015, desse valor o total de R$ 18.000.000,00 (dezoito milhões), (60%), deve ser gasto em salários e pagamentos de professores, gestores, coordenadores, enfim profissionais da educação. Não, ao invés disso para justificar um ato deplorável ele usa todos os meios de comunicação para justificar o injustificável e NEGAR o aumento salarial de 11,36% mas esquece de que o Governo Federal repassou aumento de 18,45% em cima do valor per capita por aluno, então subentendesse que mesmo dando o aumento dos professores não teríamos um comprometimento com a verba no total.

Vergonhosa a atitude do Prefeito atual expondo a todos os valores salariais dos professores com jornada de trabalho de 150 horas e com 200 horas aulas, mas ele se esquece de dizer que para ser professor é necessário fazer o Ensino Fundamental (9 anos estudando), o Ensino Médio (3 anos estudando), e o Ensino Superior (Faculdade 4 anos de estudo), temos ai 16 anos de dedicação total a uma profissão, para ganhar aproximadamente R$ 2.000,00 enquanto que para ser prefeito basta apenas ser eleito pela população e vai receber mensalmente R$ 18.000,00 (dezoito mil reais), e para ser vice (que no geral só serve para a eleição) que também só precisa ser eleita pela população recebe R$ 9.000,00 (nove mil reais), quantos professores podemos pagar com esses dois salários? Quantos salários mínimos poderiam ser pagos a partir desses dois salários?

Quando for esclarecer ou declarar algo para a população, sejamos coerentes e diga-se a verdade, pois o PISO SALARIAL de 2016 não está sendo pago em nossa cidade, não posso esquecer-me de frisar que desde a implantação do FUNDEF (1998), até os dias atuais fosse quem fosse o prefeito tínhamos nosso aumento, em 2007 começou a ser implantado o piso salarial e em 2009 foi consolidado com 100% do Piso, então a pergunta que não quer calar é: Como está sendo administrado o dinheiro do FUNDEB em nossa cidade? Porque toda essa guerra foi gerada a partir do pedido CUMPRA A LEI FAÇA O QUE O MEC DETERMINOU?

Por Ronaldo Dias, professor da rede municipal de Brejo da Madre de Deus.