segunda-feira, 13 de junho de 2016

Cientistas usam cana-de-açúcar para criar veneno contra o Aedes aegypt

Pesquisadores da USP criam substância capaz de matar as larvas do Aedes aegypti. É um biolarvicida desenvolvido a partir do bagaço da cana-de-açúcar capaz que dificulta a respiração e destrói a cutícula que reveste as larvas do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

De acordo com os pesquisadores da Escola de Engenharia de Lorena da Universidade de São Paulo, o produto faz efeito em até 48 horas. A substância é surfactante, que é um composto capaz de diminuir a tensão superficial dos líquidos e emulsionar compostos com diferentes polaridades. Mas esse surfactante foi criado usando o bagaço da cana-de-açúcar. 

Os pesquisadores fizeram testes com o produto na forma líquida e avaliaram a dosagem ideal para aplicação em criadouros de Aedes aegypti. Agora, querem criar o produto na forma sólida, em pó, para facilitar a aplicação.

Do Estação Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário