sexta-feira, 20 de maio de 2016

Nível da Barragem de Santana II subiu 8%

A população do Brejo da Madre de Deus está vivendo um racionamento d’água complicado. Já fazem 2 meses que a água só chega durante 15 dias (no mês) na sede do município.

O alívio veio do céu com as ultimas chuvas que caíram em nossa cidade. Muita gente acumulou água nas bicas dos telhados. Teve até quem usou a cabeça e montou uma engenhoca para aproveitar a riqueza do céu. 

Foi o caso caso do nosso leitor Pedro Jorge, morador da rua da Boa Vista. Enquanto ele e sua esposa trabalham, a encanação conectada da calha para um balde e também uma caixa acumulam a água da chuva.
Água da chuva sendo armazenada na casa de Pedro Jorge

Se na cidade houve alívio, na zona brejeira não poderia ser diferente. A Barragem de Santana II aumentou de 18% (dia 10 de maio) para 26,4% (dia 20 de maio). Foi um aumento de 8% em exatos 10 dias, a maioria deles com chuvas.

Se continuar assim muito em breve o abastecimento d’água deve voltar ao normal em Brejo da Madre de Deus. Como a tendência é chover ainda mais, a Compesa não descarta a possibilidade de já haver mudança no calendário de abastecimento para o próximo mês.

Confira o monitoramento da Barragem de Santana II.
 Do Estação Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário