quarta-feira, 4 de maio de 2016

Adolescente brejense é executado na zona rural de Belo Jardim

Levi já tinha recebido ameaças de morte, segundo a família

O adolescente brejense Levi dos Santos de 15 anos de idade, filho de Vando de Zé Novo, residente na Rua da Boa Vista no centro do Brejo da Madre de Deus, foi executado nesta quarta-feira (04), na zona rural da cidade vizinha Belo Jardim. O corpo foi encontrado por populares em uma passagem molhada que fica na estrada do Sítio Gravatá, próximo ao distrito Serra dos Ventos.

De acordo com informações de familiares, na noite da terça-feira (03), Levi teria ido com seu pai assistir a final de um campeonato de futsal na quadra poliesportiva, que fica por trás do Estádio Valdomiro Silva, e teriam chegado em casa por volta de 1h da madrugada. O pai foi dormir e o filho resolveu sair.

Hoje, por volta do meio dia, um popular chegou para o pai do garoto e perguntou se o mesmo estava sabendo do suposto assassinato de seu filho. Por volta das 15h30min, a família viu fotos do garoto e o reconheceu, foi quando tiveram a certeza de que a notícia que tinha se espalhado no início da tarde, era de fato verdade.

Ainda não se sabe o horário em que o crime aconteceu, nem quantos disparos atingiram a vítima. O que se sabe é que Levi foi alvejado no tórax e no rosto e morreu no local. Após a chegada da Polícia Civil e realizados os procedimentos necessários, o corpo foi encaminhado para o IML em Caruaru.

Familiares terão que comparecer na DEPOL de Belo Jardim na manhã da quinta-feira (05), e depois, irão até o IML para o reconhecimento oficial do corpo, para que seja liberado para o sepultamento que está previsto para as 17hs.

Ainda de acordo com informações de parentes, apesar de ser carinhoso com a família, o menor praticava pequenos furtos e roubos na cidade. Ele inclusive já tinha recebido ameaças de morte. Até o momento ninguém sabe da autoria desse crime.

Veja mais fotos:
Levi saiu de casa de madrugada e a família não sabia do seu paradeiro
É mais um jovem que se envolve com o crime e tem um trágico final 
As ameaças de morte, segundo a família, tinham acontecido há pelo menos 2 meses

Do Estação Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário