sexta-feira, 15 de abril de 2016

Gritando palavras de ordem e com pauta de críticas, professores seguem com segundo dia de paralisação em Brejo da Madre de Deus

Fotos: Thonny Hill
Na manhã da sexta-feira (15) aconteceu mais um protesto no segundo dia da paralisação de advertência dos professores da rede municipal de Brejo da madre de Deus.

A movimentação foi realizada por cerca de 60 professores de escolas do distrito São Domingos, e de outros sítios e também do Brejo Sede, que com apitos, faixas e palavras de ordem, cobram melhores condições de trabalho nas cinco escolas da localidade, além do reajuste salarial.
Uma questão que está sendo muito evidenciada está quanto aos anexos da educação que, segundo Luciene Cordeiro, que representa o sindicato da categoria, são casas adaptadas, que não oferecem a condição mínima para que estudantes e professores possam ter e desempenhar um ensino de qualidade.

“Pedimos aos pais de alunos que visitem suas escolas, observem. Não deixem que seus filhos fiquem em lugares que mais parecem depósitos de alunos. Infelizmente o que vemos é um prefeito que não está nem aí com a categoria de professores e com a educação” – disse. 

O movimento seguiu por ruas do distrito, onde professores fizeram a entrega de panfletos que, segundo eles, mostram as dificuldades enfrentadas pela categoria não só em São Domingos, mas nos demais distritos e na sede.

De acordo com os professores, as aulas já retomam sua normalidade a partir da próxima segunda-feira (18).
Veja mais fotos do protesto em São Domingos:


Do Estação Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário