quarta-feira, 17 de junho de 2015

Morre fundadora do museu do Brejo da Madre de Deus

Dona Dulce do Museu e Mônica Mendonça

Faleceu aos 89 anos nesta terça-feira (16) em Brejo da Madre de Deus a senhora Dulce de Souza Pinto, popularmente conhecida por dona Dulce do Museu. O corpo de dona Dulce foi velado na residência ao lado do museu na Rua São José. O sepultamento ocorreu às 16hs no cemitério São Vicente de Paula em Brejo da Madre de Deus.

Dona Dulce foi uma brejense ilustre que lutou pela preservação da história da nossa cidade. Foi ela à fundadora do museu que fica em um Casario Colonial do século XVIII localizado na Rua São José.

A técnica em Gestão de Equipamentos e Patrimônio Cultural, Mônica Mendonça comentou sobre a morte de Dona Dulce, a quem agradece o aprendizado.

“Uma grande mestra, uma amiga querida, exemplo de determinação, dignidade, respeito e amor à história do Brejo da Madre de Deus. Dona Dulce Pinto foi uma grande guerreira. Sentirei muito a sua falta. A ela dedicarei cada nova conquista em prol da preservação do nosso patrimônio histórico. A ela agradeço tudo o que aprendi. O nosso sonho vai continuar”, disse.

Lamentavelmente Dona Dulce morreu sem ter visto o museu reformado e de portas abertas, já que devido a infiltrações e cupins que comprometiam a estrutura do prédio, o mesmo foi fechado em 2011 para manutenção e não mais abriu suas portas para o público.

Vale salientar que o museu do Brejo da Madre de Deus é um dos mais importantes de Pernambuco. O museu recebia uma grande quantidade de visitantes, principalmente os estudantes que faziam o turismo pedagógico.

Do Estação Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário