terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Chuva de granizo surpreende moradores de Caruaru

Durante cerca de 1h, choveu 15 mm em Caruaru

Os moradores de alguns bairros de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, ficaram surpresos com uma chuva de granizo no início da tarde desta terça-feira (26). Houve relatos de chuva de granizo no Alto do Moura, Sítio Murici, Luiz Gonzaga, entre outros bairros.

De acordo com o meteorologista da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) Fabiano Prestrelo, a chuva de granizo é causada por um tipo de nuvem chamada "cúmulo nimbus", que tem um grande crescimento vertical e é muito alta. Em alguns casos, elas são tão grandes que saem da troposfera e chegam à estratosfera. Este tipo de nuvem é mais pesada e carregada e pode causar chuva intensa acompanhada de raios, trovões, ventos fortes e em alguns casos, granizo.
"As nuvens ficam muito altas e o topo da nuvem fica formada por cristais de gelo. Quando eles ficam maiores, podem cair. Alguns têm o diâmetro muito pequeno e acabam de desfazendo antes de chegar [no solo]. Os pedaços maiores resistem à altura e chegam sólidas", explica o meteorologista.

O meteorologista explica que o principal causador das chuvas neste período é um fenômeno chamado zona de convergência intertropical. É como se fosse um "cinturão" que segura o globo terrestre e ao longo do ano vai para o Hemisfério Norte e Sul, a depender da estação do ano. No verão, o cinturão fica mais no Sul da Terra, afetando as chuvas e ventos do Nordeste e trazendo as nuvens cúmulo nimbus do Oceano Atlântico.

Ventos fortes
Durante cerca de 1h, choveu 15 mm em Caruaru. A velocidade dos ventos, que geralmente é de 18 km/h, chegou a 29,5 km/h na tarde desta terça. Na tarde dessa segunda-feira (25), os fortes ventos acompanhados de uma chuva forte e rápida assustaram os moradores e provocaram pequenos transtornos. A velocidade dos ventos chegou a um pico de 50 km/h.

Do Estação Notícias / NE10

Nenhum comentário:

Postar um comentário