quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Alunos da zona rural do Brejo estão sem poder estudar no EREM André Cordeiro por falta de transporte público

Vereador Jobson Barros fez denúncia ao Ministério Público

Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco, possui apenas uma escola na rede pública estadual, o EREM André Cordeiro, que é provavelmente a escola que mais recebe alunos da zona rural da cidade, principalmente durante o dia e tarde, por ser a única escola pública de ensino médio.

Na última segunda feira (04 de fevereiro), as aulas tiveram início na rede estadual e centenas de alunos que moram na zona rural e dependem do transporte público municipal, estão sendo totalmente prejudicados, pelo fato de que as aulas da rede municipal só iniciarão provavelmente no dia 26 de fevereiro.

A maioria dos alunos estão perdendo as primeiras aulas na escola, que são bastante importantes para a adaptação dos alunos recém-chegados com a maneira de ensino da escola, as regras e a socialização deles com os outros alunos.

Alguns poucos alunos da zona rural que têm condições de gastar com gasolina vão para a sede do município de moto ou de Toyota Bandeirante particular, mas a maioria não dispõe de qualquer opção a não ser esperar o transporte público do município, e ficam em casa impedidos de estudar.
O vereador Jobson Barros esteve ciente dessa situação através da Dona Nalva do Caldeirão, verificou de perto, e recebeu vários apelos de mães que estão sofrendo por ver que os seus filhos parados em casa sem poder estudar por falta de consideração com esses alunos e irresponsabilidade com o transporte municipal.

Diante disso, o vereador Jobson Barros revoltado com a maneira que os estudantes brejenses da zona rural estão sendo tratados, protocolou uma denúncia no Ministério Público local, registrando todos esses fatos, levando ao conhecimento do promotor Dr. Antônio Rolenberg, para que o mesmo possa analisar e tomar providências sobre o caso.

“Diante do exposto, considerando que os fatos acima narrados caracterizam em tese, ofensa, desrespeito, e irresponsabilidade, do gestor deste município, requer-se ao Ministério Público sejam tomadas as providências cabíveis”. Registrou Jobson em sua denúncia.
Do Estação Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário