quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Polícia salva mulher que estava em cárcere privado, era espancada e já tinha sido obrigada a cavar a própria cova no quintal de sua residência

O agressor era o esposo da vítima que foi preso pela polícia em Bonito 

Na noite desta terça-feira (04), o Sargento Simões, o Cabo Willian e o soldado Sérgio da ROCAM de Bonito com o apoio da GT local, prenderam, José Carlos Diego Bezerra, vulgo “Botija” que mora no Sítio Barriguda, na zona rural de Bonito e apreenderam com ele uma espingarda calibre 32 com um cartucho, uma espingarda soca-soca e várias peças de motos roubadas.

Após receber uma denúncia anônima que o indivíduo estaria torturando e arquitetando a morte de sua companheira, que foi brutalmente espancada por ele, usando uma bengala de moto e pedaços de madeira para a espancar, a vítima ainda foi obrigada a cavar sua própria sepultura no quintal de sua residência.
De posse dessas informações o Sargento Cordeiro designou uma equipe da Rocam para ir até o endereço informado com a máxima urgência. Ao chegar no local o indivíduo quando avistou o efetivo tentou se evadir pelos fundos da casa, mas não obteve êxito, e foi capturado.

A polícia fez a revista na residência e encontrou armas de fogo e várias peças de motos roubadas, como também a esposa do indivíduo que estava bastante machucada.

Diante da situação foi dada voz de prisão ao agressor, e em seguida, foram conduzidos para a delegacia de plantão em Bezerros, juntamente com o material apreendido para serem tomadas as medidas legais cabíveis. A polícia lavrou o auto de prisão em flagrante contra o imputado por receptação, posse de arma, lesão corporal com base na Lei Maria da Penha e cárcere privado. O criminoso será apresentado na audiência de custódia.

Do Estação Notícias / Adielson Galvão

Nenhum comentário:

Postar um comentário