quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Debate da TV Jornal evidencia Paulo Câmara como candidato mais preparado ao Governo de Pernambuco

Na manhã desta terça-feira, socialista falou sobre novas propostas do próximo mandato, como o Prouni estadual, o Crédito Popular e o 13º salário para beneficiários do Bolsa Família

O primeiro debate televisivo das eleições 2018, promovido pela TV Jornal na manhã desta terça-feira (25), evidenciou o preparo e a capacidade do governador Paulo Câmara (PSB) para continuar promovendo as transformações iniciadas em Pernambuco há 12 anos. Durante quase duas horas, Paulo apresentou as propostas que farão o Estado continuar na frente e falou do que foi feito nos últimos três anos e nove meses nas principais áreas do governo.

Durante a atividade, Paulo destacou aos adversários que, graças a sua capacidade de gestão, foi possível manter o Estado de pé e garantir melhorias ao povo pernambucano. “São mais de 20 anos de serviço público e isso me ensinou a administrar, a ter liderança e ao mesmo tempo formar times que possam me ajudar a governar. Continuamos a atrair empresas, fizemos a melhor educação pública do Brasil. Fizemos obras de água e 500 mil famílias foram beneficiadas e temos muito mais o que fazer. Nós apostamos muito no futuro de Pernambuco. Nós preparamos Pernambuco para os próximos quatro anos”, enfatizou o líder socialista.
Entre as propostas apresentadas no debate, Paulo falou sobre a criação de programas como o 13º salário para os beneficiários do Bolsa Família, o Prouni Pernambuco, que vai conceder 4 mil bolsas de faculdades particulares para alunos da rede pública, a ampliação da Educação Integrada para 80 municípios e o Crédito Popular para pequenos empreendedores impulsionarem seus negócios com R$ 3 mil. As ações na área de segurança, que já mostram resultados efetivos na redução do número de homicídios por nove meses consecutivos, de infraestrutura hídrica, educação e desenvolvimento econômico também foram apontadas por Paulo durante o debate.

O gestor ainda aproveitou a ocasião para cobrar do seu opositor uma posição em relação aos retrocessos provocados pela reforma trabalhista. O questionamento do socialista, porém, não foi respondido pelo adversário. “Nós fomos contra a Reforma Trabalhista porque nós entendemos que os direitos dos trabalhadores não podiam ser retirados da forma como ocorreu, com esse presidente que fez muito mal ao Brasil e contou com o apoio do seu voto (de Armando) para retirar direitos dos trabalhadores. Sou contra essa reforma absurda, que foi aprovada pelo presidente Temer e toda a sua turma”, pontuou.

Paulo Câmara avaliou o debate como positivo, destacando a oportunidade de, novamente, evidenciar à população quem realmente está ao lado dos que mais precisam. “Mostramos claramente os dois lados que estão disputando esta eleição: nosso lado, do presidente Lula, do Fernando Haddad e do povo, que sempre honra as origens da Frente Popular de Miguel Arraes e Eduardo Campos. E o outro lado: o de Michel Temer, da reforma trabalhista, dos que não têm compromisso com o Brasil e com Pernambuco”, descreveu.

No final da atividade, o governador Paulo Câmara foi ao encontro da animada militância da Frente Popular. O líder socialista agradeceu o apoio e prometeu seguir com o mesmo empenho e determinação à frente do Governo de Pernambuco.

Do Estação Notícias / Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário