segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Exclusivo – Prefeitura de Santa Cruz pagou com recursos públicos a participação em eventos de premiação ofertados por empresas desmascaradas pelo Fantástico

A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe pagou com recursos públicos por participações em eventos que premiavam o desempenho de prefeitos, vereadores e secretários municipais em várias partes do Brasil. Nos últimos anos o prefeito Edson Vieira (PSDB), a ex-secretária de assistência social Alessandra Vieira (PSDB) e o secretário de educação Joselito Pedro foram premiados pelas empresas denunciadas pelo Fantástico, da TV Globo, em reportagem veiculada na noite deste domingo (05).

As empresas que fornecem os prêmios são a União Brasileira de Divulgação, ou UBD, de Pernambuco, e o Instituto Tiradentes, de Minas Gerais. Juntas, as duas instituições promovem até 20 premiações por ano.

Para mostrar a falta de critérios na hora de conceder esse tipo de premiação, a reportagem conseguiu negociar a compra de um diploma para um jumento – o jumento Precioso. Para mostrar como a UDB vende prêmios, o repórter da RBS TV mandou uma mensagem para o celular da empresa. As empresas citadas na reportagem estão sendo investigadas pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul.

Conforme foi apurado pelo Blog do Ney Lima, Alessandra Vieira e Joselito Pedro pagaram pela participação nas premiações com empenhos nos valores de R$ 880,00, de origem da Secretaria de Inclusão Social e R$ 780,00 de origem do FUNDEB – Magistérios.

O pagamento referente a participação do prefeito Edson Vieira na premiação ainda não foi identificado pelo Blog, mas de acordo com o portal Tome conta um empenho orçado em R$ 578,00, pago através do Fundo Municipal de Saúde serviu para pagar a participação no evento de premiação em 14 de julho de 2017, mesmo dia em que Edson Vieira foi contemplado com o suposto reconhecimento como segundo melhor gestor de Pernambuco. O Blog aguarda possíveis esclarecimentos por parte da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe sobre os empenhos pagos.

Do Estação Notícias / Ney Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário