segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Absurdo: Prefeito Hilário continua devendo aos motoristas e alunos pagam do bolso para ir à escola


Confira a denúncia em vídeo registrado pelos próprios alunos

Na manhã desta segunda-feira (6), alunos do EREM André Cordeiro que residem no distrito Mandaçaia e sítios Catolé, São Paulo e Cachoeira de Mandaçaia, em Brejo da Madre de Deus, Agreste de Pernambuco, entraram em contato com nossa redação e enviaram um vídeo mostrando a indignação por ter o direito de estudar ameaçado. Segundo os jovens, desde o final do ano passado eles estão enfrentando problemas pela falta de transporte escolar, que deveria ser disponibilizado pela prefeitura do Brejo, mas com os atrasos nos pagamentos, os motoristas estão se negando a fazer a viagem.

No vídeo, os alunos alegaram que o transporte não está sendo pago há 3 meses, já chegado no 4º mês de atraso, e os mesmos estão precisando pagar transporte para vir estudar na sede do município, cada aluno paga R$ 10 por dia, ida e volta. No total, são mais de 25 alunos que tem que se virar para vir em dois Toyotas de localidades que ficam a cerca de 18km de Brejo sede.

Este absurdo vem acontecendo em Brejo e está deixando indignada a população, pois, quem ainda tem a condição de pagar pelo transporte, consegue chegar à escola e dar continuidade aos seus sonhos. Mas aqueles que não podem pagar, resta apenas aguardar o prefeito Hilário cumprir com sua obrigação e pagar os motoristas para que as viagens sejam normalizadas.

Os alunos também alegaram que existem três ônibus que poderiam ser usados para o transporte deles, mas apenas está rodando, os outros dois ficam parados numa garagem enquanto poderiam estar fazendo o transporte dos alunos com mais conforto, segurança e de graça.

Tentamos entrar em contato com a Secretária de Educação e o prefeito Hilário Paulo, mas os telefones dão apenas na caixa postal.

Do Estação Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário