quinta-feira, 26 de julho de 2018

Bandidos roubam carga em Bezerros e fazem reféns

Um morreu e outro fica ferido ao trocarem tiros com a Polícia em Caruaru 

Três bandidos assaltaram um caminhão carregado de mercadorias na manhã desta quinta-feira (26), em Bezerros. O trio fez o motorista e dois ajudantes reféns e fugiram para Caruaru, onde dois foram baleados e um morreu numa troca de tiros com a Polícia Militar.
Apenas um dos marginais foi identificado, Alexsandro Pereira da Silva, de 26 anos, que é de Pombos e foi baleado. Ele foi socorrido pela própria guarnição que o conduziu com o outro marginal para o Hospital Regional do Agreste, onde não resistiu e faleceu.
O Tenente Moreira do 1º BIEsp, informou que as câmeras de segurança da Secretaria de Defesa Social em Bezerros detectaram que o caminhão havia sido roubado e que os ocupantes foram feitos reféns, nisso foi visualizado o auto carga chegando em Caruaru, sendo seguido por um Corolla preto.
Houve acompanhamento tático de duas guarnições da Polícia Militar, em frente a Uninassau os marginais que estavam no Corolla fizeram o retorno e atiraram contra o policiamento, mas foi seguido por uma guarnição e no bairro Agamenom houve uma nova investida dos elementos que atingiram a viatura com pelo menos três disparos. No revide a injusta agressão os policiais reagiram e balearam os dois bandidos.
O Tenente afirmou que o marginal que morreu chegou no HRA consciente e informou que também era de Pombos. O caminhão foi seguido pela outra guarnição e um dos policiais atirou no pneu para forçar a parada do veículo e próximo ao antigo terreno de Mariano Gordo o bandido mandou o motorista encostar, se embrenhou no matagal e não foi localizado.
O policiamento apresentou a ocorrência no plantão da 3ª DP, onde os policiais prestaram depoimento. Com os bandidos eles localizaram um desbloqueador de rastreador, quatro rádios transmissores e uma pistola calibre 380 municiada, numa menção clara de que esses marginais são especializados em roubos de cargas.

O corpo do marginal foi encaminhado para o necrotério do HRA e só sairá por uma funerária que será contratada pela família. Mesmo tendo sido morto num confronto com a PM, o caso é registrado como homicídio elevando a contagem para 17 assassinatos em julho e 108 no ano de 2018. O marginal baleado foi encaminhado para o bloco cirúrgico do HRA e ficará internado sob custódia da PM.
Do Estação Notícias / Adielson Galvão

Nenhum comentário:

Postar um comentário