quarta-feira, 21 de março de 2018

Morre costureiro que bateu em cavalo solto na estrada de Mandaçaia


Cícero foi o primeiro a bater no animal e estava em estado grave no HR

Faleceu na noite desta quarta-feira (21), no Hospital da Restauração no Recife, a primeira vítima do acidente ocorrido na noite do domingo (18), envolvendo um cavalo solto na estrada próximo Mandaçaia, distrito do Brejo da Madre de Deus.

A vítima Cícero Santos, 34 anos, havia saído do culto na Igreja Assembleia de Deus, por volta das 21h30min, e retornava para sua casa no sítio Catolé, quando bateu no cavalo que estava no meio da estrada.

De acordo com informações repassadas para nossa reportagem, Cícero não usava o capacete e sofreu uma pancada e um corte na cabeça. Ele teria chegado em sua residência andando. A vítima foi levada para a UPA em Brejo, onde foi socorrida e teve que ser transferida para o Hospital da Restauração no Recife.
Cícero pregando a Palavra de Deus em um culto no lar

Cícero era solteiro e trabalhava costurando em um fabrico em Mandaçaia. Deca Lopes lamentou a morte do seu amigo e colega de trabalho.

“Aqui em Mandaçaia e em Catolé estamos todos chocados com as mortes desses jovens. Eu trabalhava com Cícero, minha máquina era vizinha a dele. Ele era gente boa demais, passava o dia todo ouvindo louvores”, comentou Deca.

Cícero foi a primeira vítima a bater no animal, a segunda vítima foi Cristiano José da Silva Amorim, 16 anos que morreu na hora (relembre a matéria).

Do Estação Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário