quarta-feira, 7 de março de 2018

Brejense tesoureiro do Banco do Nordeste foi sequestrado, teve a família feita refém e foi o brigado a pegar o dinheiro na agência em troca da vida dos familiares

A quadrilha só libertou a família após a entrega do dinheiro

O cidadão brejense Rildo Dias, tesoureiro do Banco do Nordeste em Caruaru, foi sequestrado na quinta-feira passada dia 1º de março, por volta das 19h30min. As informações são do diretor do Sindicato dos Bancários do Estado, Fernando Batata, que em entrevista a Rádio Jornal de Caruaru disse que o bancário foi sequestrado ao sair do trabalho, em seguida foi levado até a sua residência onde teve a família feita refém, passando a noite toda sob o poder da quadrilha. O local em que a família passou a noite vigiada por pelo menos seis bandidos, não foi informado.

Ainda de acordo com as informações de Fernando Batata, na manhã da sexta-feira (02), Rildo foi obrigado a ir à agência e seguir com sua rotina para não levantar suspeita. Ele abriu o cofre e abasteceu um dos caixas de autoatendimento, em seguida, saiu levando o dinheiro que tinha sido exigido pelos criminosos para poupar a vida de seus familiares. Como prometido, a família foi liberta após a entrega do dinheiro. O valor levado pelos assaltantes não foi informado pelo banco.

diretor do Sindicato dos Bancários disse ainda que Rildo ficou bastante abalado, se afastou do trabalho e está recebendo tratamento psicológico.

A polícia analisa as imagens e investiga o caso para tenta chegar até a quadrilha.

“Exigimos das autoridades mais segurança. Esse tipo de crime infelizmente está aumentando cada vez mais. Os banqueiros precisam abrir mãos de um milésimo dos lucros deles para que possam dar mais segurança também aos seus funcionários”, destacou o Fernando Batata em entrevista a Rádio Jornal Caruaru.

Do Estação Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário