terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Comerciante foi assassinado no Parque 18 de Maio em Caruaru. Já em Santa Cruz Vítima de tentativa de homicídio não resiste e morre na UPA


Um crime de morte foi registrado no início da tarde da segunda-feira (26), no calçadão ao lado da feira do troca-troca, próximo a passarela que liga a Rua São Sebastião ao Parque 18 de Maio em Caruaru. A vítima, Ramon dos Santos Silva, conhecido por “Ramon do CD” de 25 anos, morava no bairro Caiucá. Ele era casado e deixou dois filhos.
O Sargento Ricardo, que comanda o pelotão da PM de Altinho, trabalha com um irmão da vítima que é policial militar e estava com ele quando o PM recebeu uma ligação telefônica informando a morte do irmão. Segundo o sargento, o “Ramon” era um cara muito correto, que foi morto com um único tiro na nuca e o assassino fugiu tranquilamente a pé e que possivelmente o assassinato foi motivado pela atividade comercial da vítima.
Em Santa Cruz do Capibaribe
Na noite desta segunda-feira (26), o jovem Valdir da Silva Barbosa (21 anos) morreu após dá entrada na UPA de Santa Cruz do Capibaribe. Ele foi encontrado por populares caído em um beco nas proximidades da conhecida passagem molhada de “Jordão do Gesso”, Bairro Malaquias Cardoso, depois de ser atingido por três disparos de arma de fogo na cabeça.

Na UPA Valdir foi entubado, porém faleceu antes mesmo de ser transferido. Os suspeitos e a motivação do crime não foram revelados. A polícia ressaltou que a vítima era conhecida do efetivo e que já foi conduzida há alguns meses para a delegacia em posse de uma moto roubada.

Do Estação Notícias / Ney Lima / Adielson Galvão

Nenhum comentário:

Postar um comentário