quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Previsão Climática para o período de janeiro, fevereiro e março de 2018 para o estado de Pernambuco

A reunião de previsão climática sazonal foi realizada no Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos/Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais no dia 18 de dezembro de 2017 e através de vídeo conferência foi transmitida simultaneamente para todos os estados do Brasil. Na reunião foram analisados os campos globais dos oceanos e da atmosfera dos meses anteriores e atual, bem como, os resultados de modelos numéricos e estatísticos de previsão climática para o trimestre janeiro, fevereiro e março/2018 (JFM).

De acordo com os modelos e com a configuração da atmosfera e do oceano Pacífico indica uma condição de “La Niña” fraco e as condições do Oceano Atlântico não são favoráveis às chuvas, sendo assim, a previsão é de chuva a abaixo da normal climatológica em todo o estado de Pernambuco, principalmente para o Sertão onde este trimestre janeiro a março faz parte da estação chuvosa. Nesse período, no Sertão, podem ocorrer pancadas de chuva forte, em pontos isolados, acompanhadas de trovoadas e rajadas de vento causadas por sistemas transientes, nos meses de janeiro e fevereiro, como o Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN); e a partir de março, o principal sistema meteorológico, Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) poderá provocar dias consecutivos de chuvas.

CLIMATOLOGIA DA PRECIPITAÇÃO NO TRIMESTRE JANEIRO/FEVEREIRO/MARÇO
A climatologia das chuvas nos meses de janeiro, fevereiro e março estão representadas nas Figuras 1a a 1c. Esse é um dos períodos mais secos na Zona da Mata e Agreste, quando são registradas as maiores temperaturas. Em média, no trimestre chove 436 mm na RMR, 277 mm na Zona da Mata, 191 mm no Agreste, já no Sertão o acumulado atinge 302 mm, sendo março o mês mais chuvoso do trimestre. 

A temperatura tende a permanecer elevada em todo estado, mas em alguns dias com valores amenos, devido nebulosidade. Portanto, recomenda-se o acompanhamento diário das previsões do tempo realizadas pela APAC. 
PRECIPITAÇÃO DO TRIMESTRE SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO
No trimestre de setembro a novembro os maiores volumes de chuva ocorreram na Zona da Mata Sul, RMR e Zona da Mata Norte (Figura2a). Nesse trimestre a Zona da Mata Sul ficou com 51% abaixo da média, a RMR ficou com 74% com chuva abaixo da climatologia e o Sertão choveu apenas 37% do esperado. Considerando a média climatológica das regiões, as chuvas no Alto Sertão foram as que mais se aproximaram da média, pois choveu 65% do esperado para o período. 
Do Estação Notícias/ APAC

Nenhum comentário:

Postar um comentário