sábado, 22 de julho de 2017

Idoso é espancado após entrar em luta corporal com bandido no centro do Brejo da Madre de Deus

A vítima foi atacada no momento em que abriu sua oficina

O senhor José Maurício Gomes, 67 anos, foi surpreendido por um bandido logo quando abriu a sua oficina de conserto de eletrodomésticos, que fica localizada na Rua Barão de Buíque, centro do Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco.

De acordo com informações repassadas pela vítima ao Blog Estação Notícias, no momento em que abriu o seu estabelecimento na manhã deste sábado (22), isso por volta das 5:20, um elemento entrou e anunciou o assalto. O senhor Maurício disse que o bandido estava com um casaco amarrado na cabeça para esconder o rosto, e percebeu que "o carinha" era não estava armado. No impulso o idoso reagiu e entrou em luta corporal.
Seu Maurício segurando a porta do balcão que foi quebrada na confusão.
Ele foi agredido na cabeça com uma barra de fero.

O idoso contou ainda que deu um soco na cara do assaltante e puxou o casaco, descobrindo o rosto do mesmo. Após trocarem socos e caírem por cima de mesas, ventiladores e até quebrar uma porta do balcão, o assaltante conseguiu pegar uma barra de ferro que estava reforçando a porta e acertou o senhor Maurício na cabeça, em seguida fugiu.

Seu Maurício ficou machucado e teve seu óculos quebrado e afirmou que o assaltante não conseguiu roubar nada. Ele foi levado para a UPA Mestre Camarão onde recebeu 4 pontos na cabeça e em seguida foi liberado. Apesar do susto o mesmo passa bem, mas está bastante revoltado.
A oficina ficou toda bagunçada após a briga

“Não tem segurança e não tem lei no Brasil, isso é uma vergonha. Só tem lei para o bandido. Se um cara desse é pego ele nem vai preso”, desabafou após ir na delegacia prestar queixa do ocorrido e não conseguir fazer o Boletim de Ocorrência porque a delegacia está fechada.

Ainda de acordo com o senhor Maurício, outro cidadão também foi atacado na mesma rua, e teria sido agredido porque não tinha dinheiro.

“No momento em que eu estava saindo da UPA, o Armando estava chegando também machucado. Ele foi agredido após o cara querer assaltar ele, e ele não ter dinheiro para dar”, contou.

Na feira livre deste sábado o ocorrido com o senhor Maurício é o principal tema das conversas entre a população. É grande a revolta com o aumento da violência e criminalidade em Brejo Sede e sítios vizinhos.
oficina fica em um prédio antigo na rua Barão de Buíque
É revoltante ver um cidadão trabalhador ser vítima da violência que só cresce em Brejo da Madre de Deus

Do Estação Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário