quinta-feira, 20 de julho de 2017

Enquanto São Domingos está mais seguro, Brejo Sede, Barra de Farias, Fazenda Nova e região brejeira clamam por segurança

A GCM em São Domingos tem a disposição 1 carro e 3 motos para realizar o trabalho

O trabalho que o prefeito Hilário Paulo vem realizando na segurança pública no distrito São Domingos realmente é digno de aplausos. A Guarda Civil Municipal (GCM) está trabalhando duro no combate à criminalidade e tem realizado ações importantes, tanto no distrito acima citado, quanto nos sítios próximos ao mesmo.

Recentemente o secretário de defesa social do Brejo da Madre de Deus, Walter Procópio, esteve coordenando uma operação de combate à violência e criminalidade batizada de "Brejo Seguro". A operação teve início no distrito São Domingos e se estendeu por várias localidades da zona rural: Miguel Velho, Queimadas, Logradouro, Tambor, Açudinho, Cacimba de Pedro e Baixinha.

E também conta com o auxílio de imagens aéreas

Esta importante ação da GCM contou com o auxílio de um drone, sendo possível desenvolver às ações através de mapeamento aéreo, o que contribuiu efetivamente para o excelente desempenho na operação.

POR OUTRO LADO: Em Brejo Sede, Barra de Farias, Fazenda Nova e região brejeira a insegurança predomina
Além de cometer assaltos, elementos estão invadindo casas e quebrando tudo

Enquanto em São Domingos e região próxima ao distrito a população está vendo o bom trabalho na área da segurança pública, na sede do município e principalmente na região brejeira a situação é bem diferente. Na cidade é muito raro ver a Guarda Civil Municipal em ação. Passa a semana inteira e o efetivo não está combatendo a criminalidade na cidade, o que tem sido constantemente cobrado pela população e por vereadores de oposição.
Situação bem mais complicada está na conhecidíssima região brejeira, como por exemplo o sítio Xéu, aonde no último fim de semana teve casa invadida, móveis quebrados e comerciantes assaltados na ladeira de Zé Buchudo.
Uma casa no sítio Xéu teve portas, móveis e utensílios quebrados
A população brejense está aterrorizada com a audácia dos criminosos

É fato que esta região é de difícil acesso, porém, algo tem que ser feito para combater esta onda de violência para que o homem do campo não seja obrigado a abandonar sua propriedade para “tentar viver mais seguro na cidade”, o que para a grande maioria, parece ser uma utopia.

Do Estação Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário