segunda-feira, 31 de julho de 2017

Centenas de pessoas dão o último adeus a Marly Mendonça ex-prefeita de Brejo da Madre de Deus

Durante o sábado (29), centenas de pessoas passaram pelo velório de dona Marly Mendonça, ex-prefeita de Brejo da Madre de Deus para dar o seu último adeus. Marly Mendonça ficou conhecida em Brejo da Madre de Deus por ser esposa do ex-prefeito Paulo Mendonça, que durante muito tempo governou a cidade e por se tornar a primeira mulher prefeita da cidade, dona Marly também era respeitada em Fazenda Nova por ser uma das professoras mais antigas do município, ela também gostava de aulas de cântico, onde consegui durante um bom tempo reunir dezenas de crianças para formarem um coral.
A manhã do domingo (30) ficou marcada pela emoção que foi transmitida durante o velório, Savinho do Acordeom, que é filho de Dona Marly, consegui emocionar todos que estavam esperando o cortejo. Músicas como: Assum Preto, Oração de São Francisco, Hino Nacional, Hino da Cidade de Brejo da Madre de Deus e a Música que te levará sou eu e demais músicas foram entoadas ao som de sua sanfona.

O cortejo foi acompanhado pela banda musical Madre de Deus que foi tocando diversas músicas até o momento do sepultamento.

Estiveram presente no velório e cortejo, o refeito do município Hilário Paulo e a Primeira Dama, secretários, diretores, vereadores população em geral e demais autoridades que vieram prestar solidariedade à família Mendonça. 

Marly Mendonça Faleceu aos 84 anos de Idade deixando uma grande história para a cidade de Brejo da Madre de Deus.

Saiba mais:
Marly de Souza Vieira Mendonça nasceu em Timbaúba, no dia 10/04/1933, filha de José Urbano Vieira e Josefa Alves de Souza Vieira. Estudou no extinto Grupo Escolar Prof. Cavalcanti e formou-se em Magistério na Escola Santa Maria. Diante da necessidade de sustentar a mãe e uma irmã, assumiu logo cedo a responsabilidade da casa, sendo transferida, aos 17 anos, para Itaúna, distrito de Caruaru, onde passou a lecionar e a conviver com a família Mendonça.
Obteve destaque com sua bela voz e se apresentou em programas da Rádio Difusora de Caruaru, ao lado do ator e diretor de teatro Luiz Mendonça (1931-1995).  Foi a primeira Madalena do Drama do Calvário, quando a Paixão de Cristo de Fazenda Nova era exibida pelas ruas. Casou com Paulo Mendonça (1934-1996), filho caçula de Epaminondas e Sebastiana Mendonça, e teve sete filhos: Goretti, Epaminondas Neto (in memoriam), Guadalupe, Paulo Filho (in memoriam), Domingos Sávio, Ana Paula e Mônica.
A partir da união com Paulo Mendonça, sua vida mudou radicalmente, pois passou a se dedicar integralmente à vida pública ao lado do marido, que foi vereador, prefeito de Brejo da Madre de Deus e deputado estadual.
Marly tornou-se a primeira e única, até agora, prefeita do município do Brejo da Madre de Deus, cuja gestão compreendeu o período de 1977/1983, seis anos, porque houve prorrogação de mandatos de prefeitos no País.
Marly Mendonça faz parte da galeria das mulheres prefeitas pioneiras no Brasil, ao lado de nomes como a potiguar Alzira Soriano(1897-1963), primeira prefeita eleita no Brasil; das paulistas Spasia Bechelli (1899-1964) e de Maria Teresa Silveira de Barros Camargo(1894-1975);  e de Anita Moraes (1906-2003), um ícone da vizinha cidade de Macaparana, a primeira mulher a se eleger para o cargo em Pernambuco.

A sua administração foi marcada pela realização de obras importantes para a história do Brejo da Madre de Deus, principalmente no que se refere à Educação. Marly Mendonça adotou o Brejo como a sua terra natal e até os dias de hoje dava a sua contribuição à cultura local, onde coordenava dois corais: "Sementes do Amanhã" e "Raízes do Brejo".

Do Estação Notícias / Fazenda Nova On Line / Nova FM

Nenhum comentário:

Postar um comentário