segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Guarda Municipal de Brejo fará paralisação de advertência e pode entrar em greve

Caso não haja acordo, a Guarda Civil Municipal pode entrar em greve

A Guarda Municipal de Brejo da Madre de Deus está programando uma paralisação de advertência para a próxima sexta-feira (09).

O vice-presidente do Sindicato dos Guardas Civis e Agentes de Trânsito Municipal do Agreste de Pernambuco (Singmag-PE), Diogo Glauber, afirmou que a paralisação das atividades será por conta de diversas tentativas frustradas com a prefeitura local para melhoria das condições de trabalho.

No último dia 21 de julho, denúncias anônimas mostraram que o alojamento dos mesmos, na sede em Brejo, estava em péssimas condições estruturais, assim como uma das motos usadas para o patrulhamento estava sem manutenção há cerca de quatro meses. A categoria alega perseguição política após a divulgação das denúncias.
A prefeitura também foi procurada a época para prestar esclarecimentos através do preenchimento das informações em seu canal de ouvidoria, porém a mesma não enviou resposta.

Ainda de acordo com Diogo, havia um acordo firmado no Ministério Público entre a prefeitura brejense e o Sindicato, para que a prefeitura analisasse as propostas da categoria e se posicionasse até 30 de agosto. Segundo o vice-presidente, a prefeitura não cumpriu o acordo.

“Foi feito um acordo no MP assinado por todos os presentes para que, até o dia 30 de agosto, a prefeitura analisasse as propostas e que daria uma resposta. Passou-se o mês de agosto e a Prefeitura de Brejo da Madre Deus não deu nenhuma resposta ao sindicato” - disse.

De acordo com ele, caso não haja acordo, a categoria pode entrar em greve já no dia seguinte. Confira o ofício enviado pelo sindicato:
Do Estação Notícias Fonte: Ney Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário