segunda-feira, 30 de maio de 2016

Chuvas causam morte, alagamentos e muitos transtornos na capital pernambucana

Homem pede para motorista de ônibus reduzir a velocidade para não fazer onda na enchente e quase é atropelado

De acordo com informações da Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), estava previsto para chover no Recife em todo mês de maio, 358 milímetros, mas em apenas 12hs choveu mais da metade do previsto para o mês todo na capital pernambucana.

A situação é muito complicada nesta segunda-feira (30), devido às chuvas houve deslizamentos de terra em alguns locais do Grande Recife. Uma criança de 4 anos morreu soterrada em Dois Unidos, na zona Norte da capital. Em Olinda uma mulher e uma criança morreram após a queda de uma encosta.

Também teve queda de árvores e várias ruas ficaram alagamentos com carros sendo arrastados, devido às ondas que são feitas após passarem veículos grandes, como ônibus e caminhões.

O Blog Estação Notícias recebeu fotos e vídeos do brejense Ricardo Alves que ficou ilhado na Conde da Boa Vista, local onde mora.

“Estou ilhado na Conde da Boa Vista, não tem como sair. Estou preocupado porque acredito que nunca chegou a este nível. Já tem muita água e não para de chover. O nível está aumentando e a maré ainda vai subir mais”, disse Ricardo.

Veja o vídeo do Estação Notícias TV.
Mais fotos dos alagamentos
Alagamento no estacionamento do prédio

Estação de Metrô Joana Bezerra
Parte do calçadão de Olinda caiu
Impossível veículos de passeio trafegar após o alagamento em alguns locais
Alunos também foram prejudicados
Do Estação Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário