quarta-feira, 17 de junho de 2015

Filho de Pedro Corrêa recebeu 35 mil do doleiro Alberto Youssef

O filho do ex-deputado Pedro Corrêa (PP-PE), preso no Mensalão e na Operação Lava-Jato, disse à Justiça que recebeu R$ 35 mil do doleiro Alberto Youssef. Em documento de defesa à acusação de lavagem de dinheiro, feita pelo Ministério Público Federal, anexado aos autos na segunda-feira, Fábio Corrêa confirmou que foi ao escritório de Youssef, personagem central da Lava-Jato. Segundo ele, os R$ 35 mil se referiam a uma “dívida” entre seu pai e o ex-deputado José Janene (morto em 2010), “pela venda de animais”, e assumida pelo doleiro.

Na denúncia à Justiça, os procuradores da República afirmaram que Fábio Corrêa “alegou que não se recordava de ter comparecido ao escritório de Alberto Youssef em São Paulo, apesar de conhecer o doleiro”. A Procuradoria aponta que, entre 14 de maio de 2004 e 17 de março de 2014, Pedro Corrêa recebeu propina por meio de emissários, no escritório do doleiro, “entre eles, Fábio Corrêa, Márcia Danzi (sua mulher) em valores que giravam em torno de R$ 50 mil e R$ 200 mil por recebimento”.

Do Estação Notícias Fonte: Diário de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário