terça-feira, 24 de março de 2015

Moradora da Rua Nossa Senhora de Lourdes registra morte de animal apreendido pela prefeitura do Brejo. Secretário de Agricultura diz que o animal estava doente

Os aninais que ficam soltos perambulando pelas ruas da cidade ou dos distritos e que foram apreendidos pela prefeitura do Brejo da Madre de Deus, foram levados para o terreno alugado próximo ao cemitério na rua Nossa Senhora de Lourdes, onde acontece todos os sábados a tradicional feira do gado. Sob os cuidados e responsabilidade da Secretaria de Agricultura do Município, eles ficam em um curral reservado e disponíveis para serem resgatados após o dono pagar multa, e em alguns casos, também ficam disponíveis para doação.

Uma moradora da localidade enviou para nossa redação, fotos de um jumento que morreu no local, segundo ela a causa da morte pode ter sido falta de alimentação.

“Essas fotos tirei no final da tarde dessa segunda-feira (23), já fazem dois dias que esse jumento morreu e ninguém apareceu para retirar. Os animais  passam dia e noite fazendo barulho e quando nos aproximamos, eles vem achando que é comida, como não vi nenhuma comida no local, nem ninguém colocando comida, eu acredito que tenha morrido de fome”, disse a moradora.

Entramos em contato com a Secretaria de Agricultura para saber o que estava acontecendo com os animais, e segundo informações do Secretário o motivo foi doença.

“O jumento que morreu estava com raiva e realizamos a retirada e o descarte corretamente. Já outro animal que também estava com a mesma doença foi sacrificado nesta terça-feira (24) e outros seis foram vacinados e estão em observação”, contou Severino Aguiar, Secretário de Agricultura.

Ainda de acordo com informações do Secretário, “devido ao baixo valor e alguma deficiência, muitos animais são descartados pelos donos e para doação ninguém quer, pois não aguentam mais o trabalho”. Após o período de observação a Secretaria de Agricultura deverá encontrar alguma alternativa para esses animais.


Do Estação Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário