quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

“SABE DE NADA INOCENTE” Saiba por que os vereadores de oposição votaram contra a doação de um prédio que pertence à prefeitura do Brejo da Madre de Deus para o Ministério Público

Pouco tempo atrás no local funcionava a Secretaria de Assistência Social

Se a prefeitura do Brejo da Madre de Deus tivesse muitos imóveis e não precisasse alugar prédios para instalar secretarias e outras repartições que oferecem serviços públicos a população, não haveria empecilho algum em o prefeito do município fazer uma doação de um desses imóveis para qualquer repartição do legislativo ou judiciário. Mas a história é outra, a Prefeitura do Brejo da Madre de Deus não tem prédios suficientes, e por isso, necessita alugar alguns imóveis particulares para que todos os serviços possam funcionar.
Indo totalmente ao contrário da realidade, o atual prefeito do município, Dr. Edson Sousa, ignorou essa situação e está querendo doar o prédio onde funcionou por muitos anos os Correios localizado na Rua Hísbelo de Queiroz Campos no centro da cidade para que o Ministério Público possa implantar a nova sede da Promotoria Pública da Comarca do município.

Os vereadores de oposição Robertinho, Avecino, Neném do Reboque e Marquinhos de Mandaçaia estão indignados com essa postura do Chefe do Executivo que retirou a secretaria de Assistência Social do prédio que pertence à prefeitura e colocou em um prédio alugado de um correligionário seu.

“Não tem cabimento isso que o prefeito liminar está querendo fazer. Não podemos dar aquilo que está faltando em nosso município. A prefeitura não tem prédios suficientes e o prefeito quer doar um imóvel, onde inclusive estava funcionando a Secretaria de Assistência Social na administração Roberto Asfora. Para piorar a situação o prefeito liminar colocou a Secretaria de Assistência Social em um imóvel que fica na Rua de São José, esse imóvel é alugado a um correligionário dele (Dr. Edson) que inclusive é dono de uma rádio comunitária que é utilizada para fazer política o tempo todo contra Roberto Asfora”, disse Robertinho, líder da bancada de oposição na Câmara .

Os vereadores deixaram bem claro que a polêmica não tem nada haver com o Ministério Público, e sim, com mais uma irresponsabilidade por parte do atual prefeito.

“Nossa bancada votou contra essa irresponsabilidade do prefeito que ai está, não votamos contra o Ministério Público, que inclusive é um órgão riquíssimo e tem plenas condições de construir um prédio em um terreno que possa ser doado pela prefeitura naturalmente. Agora, imagina você ter uma casa e doar para depois morar de aluguel, ou um toyoteiro vender o seu carro para depois trabalhar em um carro alugado na praça, tem cabimento uma coisa dessa?. Pois esses são apenas exemplos para que a população possa entender o que o prefeito quer fazer com o que pertence a nossa população”, falou o vereador Avecino Lima.

O vereador Robertinho também citou como exemplo o judiciário de Santa Cruz do Capibaribe foi instalado em um prédio as margens da PE-160 em frente ao Moda Center Santa Cruz, valorizando o crescimento da cidade.

“Uma atitude coerente seria uma doação de um local maior para que o judiciário do Brejo da Madre de Deus pudesse fazer sua sede, como por exemplo, aqueles terrenos que hoje estão sendo vendidos no Estrago, isso aceleraria o crescimento da cidade, semelhantemente a Santa Cruz do Capibaribe que hoje tem o prédio do Poder Judiciário afastado do centro da cidade”,  concluiu Robertinho.

Outro ponto de discordância entre os vereadores é o valor que foi avaliado o imóvel que pretende ser doado. De acordo com o Projeto de Lei encaminhado pelo prefeito para a Câmara, a Comissão de Avaliação de Bens Imóveis da Prefeitura do Brejo da Madre de Deus, avaliou o imóvel em R$ 200 mil reais. Porém, de acordo com informações dos vereadores de oposição, um corretor de imóveis de Caruaru, acostumado a vender imóveis em Brejo da Madre de Deus, foi consultado e o valor é bem superior, o imóvel foi avaliado em torno de R$ 600 mil reais.
A Secretaria de Assistência Social foi retirada do prédio que pertence a prefeitura e instalada em um prédio particular na Rua de São José
Em Santa Cruz do Capibaribe o Fórum da cidade está instalado em um prédio em frente ao Moda Center Santa Cruz
Do Estação Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário